UMA AMADA SENHORA

Um dos textos mais curtos da Bíblia é a 2ª Carta de João. Consome pouco mais de meia página. Nele, destacamos seu início: “Do presbítero para a querida Senhora e seus filhos”.

O presbítero que estava escrevendo é identificado como sendo João. Mas quem é a querida senhora e seus filhos?

Basta ler com atenção o texto para se descobrir que a querida senhora é uma igreja. Não se sabe qual igreja, mas uma igreja. E seus filhos são os seus membros.

Esta carta vale para a IPIB e todos os seus membros, neste mês em que celebramos mais um aniversário. São 117 anos. Assim sendo, com base no primeiro versículo da 2ª Carta de João temos uma proposta a apresentar à IPIB.

O texto afirma que a Senhora ao qual se dirige é muito amada. Não somente amada pelo autor da carta, mas por todos os que conhecem a verdade.

O texto chega a ser repetitivo. Usa várias vezes o verbo amar. Por que tanta repetição?

Existe aí uma preciosa lição: Quem ama gosta de dizer que ama! Quem ama sente prazer em repetir que ama!

Era assim com o autor da carta: um amor intenso à igreja dominava o seu coração e ele sentia necessidade de declarar e proclamar o seu amor. Era tão grande o seu amor que, sem poder estar com a igreja, escrevia-lhe uma carta e manifestava o desejo de estar com ela pessoalmente (2Jo 12).

Será que o mesmo tem acontecido conosco? Temos feito declarações de amor a esta Senhora que é a nossa igreja?

Nestes tempos de isolamento social, temos sentido saudades e desejado os encontros presenciais com nossos irmãos e irmãs na fé?

Muitas vezes, damos preferência às palavras amargas e até rancorosas contra a igreja.

Deliciamo-nos em divulgar seus problemas. Sentimos prazer em tecer comentários a respeito de suas imperfeições.

E esquecemo-nos de proclamar nosso amor.

Muitas vezes, não aproveitamos todas as oportunidades de estarmos na igreja e com a igreja.

Nossa proposta, nesta celebração de aniversário, é que modifiquemos o nosso comportamento. Vamos aprender a fazer declarações de amor à igreja! Vamos dizer e repetir para a nossa igreja: “Querida Senhora, nós te amamos de verdade”.


Rev. Gerson Correia de Lacerda
Editor e revisor de O Estandarte
Pastor auxiliar da 1ª IPI de Osasco, SP
Secretário Geral da IPI do Brasil

One thought on “UMA AMADA SENHORA

  • 30 de outubro, 2020 em 11:35
    Permalink

    Rev. Gerson, esses dias eu disse a uma irmã muito amorosa com a igreja; antigamente os membros da igreja tinham prazer de estar juntos, mesmo que no fim do culto só tivessem um chá com bolachinha ou pipoca para se relacionar. Hoje em dia, quando se reúnem para o culto e a comunhão, muitos esperam coisas sofisticadas, para poderem estar juntos. Acho que precisamos voltar ao amor pelas coisas simples, que demonstrem que nosso valor no encontro com Deus e com sua igreja está no Seu amor por nós pecadores, que precisamos Dele, todos igualmente da mesma graça, sem diferença alguma entre nós.

    Resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

O ESTANDARTE