NOSSA LIVE DE CADA DIA

Fazer uma boa transmissão ao vivo é fundamental para que os membros não percam o engajamento com a igreja. Estamos vivenciando dias em que muitos dos nossos membros não podem retornar aos cultos presenciais.

Pensando nisso, quero apresentar alguns pontos que podem nos ajudar a realizar uma boa transmissão.

Um dos pontos mais importantes é você entender que uma live é feita de três partes: divulgação prévia, transmissão e pós-transmissão.

O que temos visto em quase uma totalidade é um grande esforço em “transmitir bem”, não se importando tanto com as etapas de uma divulgação assertiva e de análise dos dados após a transmissão.

O que queremos aqui é apresentar alguns caminhos para estes três pontos.

Lembrando que cada transmissão tem suas particularidades, não iremos conseguir dar uma resposta final para todos os questionamentos. Mas estamos à disposição para ajudá-los. Vamos lá.

Primeiro, precisamos definir o que iremos transmitir e qual o nosso público alvo. Isso vai gerar para nós mais ou menos satisfação. Se nosso público alvo é somente os nossos membros, reproduzir as nossas celebrações será útil; agora, se nosso público alvo vai além de nossos membros, precisamos repensar as transmissões.

Digo isso porque uma transmissão de uma hora aproximadamente pode ser muito cansativa aos que não estão habituados com as nossas celebrações. Segundo estudos a atenção do público é curta.

“Estilos de vida digitais afetam a capacidade de manter o foco por longos períodos de tempo.” (Microsoft)

Decidir o que vai transmitir, trabalhar o formato e uma boa apresentação tanto no conteúdo como na imagem pessoal irá colaborar com sua transmissão online, mas isso não significa sucesso. Então, não se frustre com números. Apenas trabalhe bem os números para sempre melhorar e cativar o público. Busque feedback junto aos demais e trabalhe os pontos.

Tenha um roteiro

Essa etapa da construção do roteiro é a mais importante do processo. É esse script que vai ditar o ritmo e a qualidade da sua live, já que, por meio dela, você define a ordem e o conteúdo que vai apresentar ao vivo.

Depois que o roteiro estiver pronto, faça uma leitura em voz alta.

É interessante você praticar e treinar o que vai falar, até para ter mais segurança quando a câmera for ligada.

Assim como preparamos com zelo as mensagens que pregamos, na mesma proporção devemos atentar em ter zelo em gerar o roteiro. Afinal de contas, estamos anunciando a palavra de Deus.

Por isso, não deixe para o último momento a preparação da sua transmissão.

Faça diversos testes antes da transmissão final. Faça e refaça o roteiro; corte o excesso.

Agende a transmissão

Vale muito a pena instigar a curiosidade nas pessoas! Assim que você tiver a data e horário que pretende fazer a transmissão ao vivo definida, avise seus seguidores sobre isso. Alerte sua base de fãs, citando o dia e horário que você vai fazer a live.

Não deixe para fazer a estratégia de divulgação na última hora, pois uma boa execução exige um bom timing. Comece a divulgação o quanto antes e fique atento à resposta do público, observando o que funciona e, se for preciso, faça mudanças.

Lembre-se que você terá que divulgar antes, mas a divulgação próxima ao evento tende a ser mais efetiva. Então, faça as duas divulgações, antes e no dia do evento.

Segundo pesquisas, cerca de 90% dos internautas acessam redes sociais. Por isso, espalhar a notícia através delas é extremamente importante.

Lembre-se de focar nas plataformas onde o seu público está e navega, seja o Facebook, Twitter, LinkedIn, Google+, Instagram, youtube ou algum outro, mas não se limite apenas ao seu perfil ou página; use os fóruns e grupos disponíveis a seu favor. Só preste atenção nas regras do moderador para não ser banido.

Equipamento e captação

Esse é um momento muito importante. Então, atenção! É aqui neste momento que você define qual a qualidade da sua entrega para sua audiência. Cuide para ter o equipamento ideal e não se esqueça da atenção à qualidade de sua internet, pois não adianta ter um ótimo equipamento e sua transmissão ficar picotando. Se isso ocorrer, é certo que seus ouvintes irão embora.

O ideal para uma transmissão é uma internet com no mínimo 10mb de entrega de upload. Consulte seu provedor. 

Hoje, até mesmo um celular atende a demanda para transmissão. Então, é fato. Você pode ter uma boa qualidade sem gastar muito ou quase nada. 

Evite captar som ambiente. Geralmente essas transmissões, apesar de possíveis, também não agradam sua audiência.

Na IPI de Morretes, PR, enfrentamos este problema e, se você visitar nosso canal no Youtube (https://www.youtube.com/ipimorretes), verá que houve uma melhoria.

Hoje, nosso áudio sai todo pela mesa de som, evitando ruídos do ambiente. E estamos sempre buscando a melhoria das transmissões.

Live & Som (mesa da igreja)

Hoje, nosso conjunto de transmissão é: mesa de som, dois celulares para troca de cenas (opcional) e uma internet com 64mb de upload. E utilizamos um software de streaming – streamyard.

É muito importante reforçar que existem diversas formas de capturar o áudio. Quero apresentar aqui o cenário que fizemos na IPI de Morretes (créditos: Alex Fernando Ratti membro da nossa igreja

Usamos para transmissão:

  • 1) Celular na horizontal para captura de vídeo e com um tripé para fixação.
  • 2) Uma mesa menor de som, ou medusa, para fazer todo o som ir para a mesa principal.
  • 3) Uma mesa de som Behringer (mesa principal), mas podeser qualquer mesa com mais recursos.
  • 4) Utilizamos um programa de streaming chamado streamyard (streamyard.com) que possui a versão paga e gratuita.
  • 5) Notebook com placa de áudio (interna ou externa).

Qualquer mesa com mais main output servirá.

Ligamos todos os equipamentos e microfones na mesa de som e a bateria, como não a temos microfonada, adaptamos um microfone na frente. Ficou perfeito.

Com todos os equipamentos ligados, usamos o notebook para transmissão do áudio para o streaming, ligando um cabo Cannon Fêmea no main output e Cabo P2 no Notebook

No streamyard teremos duas conexões:

  • 1) Notebook conectado apenas como áudio.
  • 2) Celular conectado apenas como vídeo (desligue todos os áudios do celular).

Detalhe: No streamyard, você inclui as duas conexões, manterá em SOLO LAYOUT somente a tela do celular. Para o teste no streamyard, sugiro que você crie uma conta gratuita para se familiarizar com os termos, mas ele é super simples. 

Softwares de Transmissões

No mercado, há muitas ferramentas e softwares para transmissão, grande parte de forma gratuita, e tantos outros profissionais, cada qual com sua particularidade. Por isso, vou citar apenas três que podem ser utilizados.

  • OBS > é um software grátis que serve para gravar vídeos e para fazer transmissão ao vivo. Não é tão simples de usá-lo, mas, com um pouco de estudo e pesquisa no google, logo qualquer um pode dominá-lo. Com a utilização de um plugin, você consegue fazer uma transmissão simultânea para diversos canais (facebook, youtube, etc.).
  • Streamyard > Versão paga e versão grátis – Você pode ter maiores informações deste software em: streamyard.com – Apesar de estar em inglês, é de fácil uso e você pode facilmente chamar seus convidados
  • Facebook / Youtube > são ferramentas que têm um software embutido e facilmente você pode utilizar sua webcam para falar com seu público.

Espero ter ajudado nessa reflexão de colocarmos nossas igrejas neste novo momento, lembrando que a comunicação está na velocidade da luz. Então, sempre há a necessidade de buscar inovações.

E como Paulo mesmo disse: “Fiz-me como fraco para os fracos, para ganhar os fracos. Fiz-me tudo para todos, para por todos os meios chegar a salvar alguns” (1Co 9.22).

Esgotar este assunto é quase que impossível. Há muito que trilhar nesse mundo digital. Por isso, estou aqui para ajudar e vamos juntos usar as ferramentas que Deus nos tem dado para atender o “Ide”.

Rev. Gildecio Barboza
Pastor da Congregação Presbiterial de Morretes, PR, do Presbitério Sul do Paraná, e responsável pelas transmissões das lives da Comissão de História e Museu da IPIB

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

O ESTANDARTE