CAMPANHA AMOR EM AÇÃO

Desde sempre, na IPIB, grandes campanhas ajudaram a edificar casas para o Senhor e a socorrer necessitados, pois somos uma igreja que percebe o seu papel social e a importância de manter a missão de Deus entre as pessoas. Esta percepção tem sido fundamental para garantir o bem estar das muitas vidas que o Senhor colocou debaixo da responsabilidade da igreja.

No entanto, ao longo dos anos, algumas pessoas perderam a identificação com as causas abraçadas por suas comunidades de fé, fato que gerou um enorme prejuízo para a realização do “Ministério da Misericórdia” ou Diaconia. A falta de empatia com as causas sociais criou barreiras para a manifestação da solidariedade, algo que deveria ser inerente ao cristão.

Atualmente, em algumas igrejas, a atuação Diaconal, devido aos poucos recursos destinados a este setor da missão, está direcionada às demandas do público interno. Tais ações são tentativas de minimizar a fome e a nudez dentro dos muros da igreja. Contudo, isso não é o bastante!

Jesus, em seu ministério diaconal, não viu limites para sua ação. Em todas as oportunidades, Ele rendeu graças pelo pouco que tinha e partilhava, a fim de que multidões fossem atendidas. Em tempo algum acumulou. Não guardou o “pão” para os seus discípulos nem mesmo se guardou.

Sua vida e seu ministério foram marcados pela doação e pelo serviço ao próximo. Ensinou aos seus a repartir e a entender que o “maná quando é guardado apodrece”. Logo, os seus deveriam compartilhar para que todos estivessem sempre fartos e nada se perdesse no caminho.

Foi com base nos ensinamentos de Jesus, bem como retomando a nossa tradição das grandes campanhas nacionais para causas sociais, que a Secretaria de Ação Social e Diaconia da IPIB (MASD), em parceria com o Ministério da Comunicação, realizou uma campanha que objetivava levantar fundos para as vítimas das fortes chuvas que aconteceram no início do ano em curso. A meta era auxiliar desabrigados, independentemente da sua ligação com a igreja.

O resultado foi maravilhoso! De todas as partes do Brasil, chegaram pequenas contribuições cheias do amor de quem ofertou e Deus multiplicou, o que nos garantiu um resultado de R$ 9.763,96.

O montante não parece grande coisa para aqueles que têm muito. Mas é uma vitória para os que atuam entre os necessitados, pois marca a retomada de uma ação em direção ao próximo, independentemente de sua adesão à igreja.

A IPIB não barganha com Deus nem com o mundo. A nossa denominação tem clareza de que o seu papel é servir a Deus no mundo. Ressurge o ideal federativo, o espírito nacionalista de nossos antecessores e a esperança de uma igreja que pode ir além do amor que se manifesta na oração, mas que se vê na doação. Não é ação da minha igreja nem da sua igreja.

É a ação da Igreja de Cristo fazendo diferença no mundo, levando um olhar luminoso, cheio de misericórdia aos brasileiros que dia após dia lutam para sobreviver e que, muitas vezes, não conseguem ver a “beleza de Cristo” refletida em nós.

Destacamos que a campanha teve desdobramentos nos estados da região Sudeste. Devido à proximidade das vítimas, os núcleos locais do MASD tiveram a oportunidade de realizar ação de coleta de alimentos e roupas para os desabrigados. Muitos foram abençoados com tal gesto.

No que tange à distribuição dos recursos, a Diaconia investiu parte deles na região Sudeste.

A importância de R$ 4.314,35 foi doada ao Presbitério do Rio, que auxiliou famílias de desabrigados. Para a glória de Deus, as igrejas do estado de São Paulo e seus presbitérios conseguiram atender aos necessitados que estavam em seu campo de ação.

O restante do dinheiro foi redistribuído e enviado para o Presbitério do Ceará, onde as fortes chuvas também causaram graves problemas, especialmente na cidade de Pentecoste, para onde foi destinada a importância de R$ 5.448,51.

Registramos a nossa gratidão ao doador anônimo, àquele que tornou possível a ação. A IPIB mandou o recurso, mas foi você quem oportunizou o sorriso de contentamento e a oração de ação de graças feita por alguém. Também louvamos ao Senhor pelas igrejas que, através dos grupos locais do MASD, disseram: “Eis-me aqui”.


Rev. Ana Isaura Lima de Souza
Pastora da IPI de Aruana, SE
Secretária Nacional de Ação Social e Diaconia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

O ESTANDARTE