REV. PAULO HIPÓLITO MONTEIRO (1928 – 1991)

O que dizer de uma pessoa que foi exemplo em tudo: honesto, trabalhador, bom esposo e bom pai, que ensinou aos filhos o caminho em que devíamos andar – Jesus Cristo. Cursou até o terceiro ano primário, mas era autodidata.

Em 1967, foi estudar no Instituto e Seminário Bíblico de Londrina. Trabalhava até às 18h00 no comércio de Londrina. Depois ia ao Seminário, cansado e com fome. Os filhos maiores iam levar “lanche” (pão com ovo frito) para ele comer, antes de entrar em sala de aula. Isso aconteceu por três anos.

No final de 1969, ele se forma e é comissionado pelo Presbitério de Londrina para a IPI de Cornélio Procópio.

De 1970 a 1980, estivemos fora de Londrina. Quando voltamos, ele ainda continuou seu ministério pastoral.

Foi atuante no Norte Velho do Paraná. Pastoreou as IPIs de Cornélio Procópio, Santo Antônio da Platina, Jacarezinho, Joaquim Távora, Siqueira Campos, Bela Vista do Paraiso, Uraí e Assai, onde deixou muitas excelentes amizades e irmãos.

Faleceu por complicações do diabetes em Londrina, em 11/4/1991, quando eu ainda era licenciado pelo na IPI de Siqueira Campos.

Como qualquer ser humano, imperfeito e pecador, foi um verdadeiro homem de Deus que cumpriu o seu chamado até o fim. Como o apóstolo Paulo ele pôde dizer: “Combati o bom combate, acabei a carreira, guardei a fé. Desde agora, a coroa da justiça me está guardada, a qual o Senhor, justo juiz, me dará naquele dia; e não somente a mim, mas também a todos os que amarem a sua vinda” (2Tm 4.7-9). Saudades!

Rev. Paulo R. R. Monteiro, pastor da 2ª IPI de Santa Rosa de Viterbo, SP

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

O ESTANDARTE