REV. DIMAS BARBOSA LIMA – O AMIGO!

No dia 28 de junho deste ano, fui surpreendido com uma triste notícia: “o Rev. Dimas faleceu.” O choro foi instantâneo! Meu irmão, meu colega e meu grande amigo foi chamado para estar para sempre com Deus.

Conheci o Rev. Dimas no finalzinho da década de 1950, no Instituto “José Manuel da Conceição”, em Jandira, SP, onde ele estudou um ano e fomos, então, contemporâneos. Porém, nesse ano nasceu uma grande e indestrutível amizade que foi se fortalecendo em anos vindouros.

Fomos contemporâneos na Faculdade de Teologia da IPIB em 1964 e, depois, a partir de 1975, trabalhamos juntos compondo a Mesa Diretora do Supremo Concílio de IPIB – quando ele foi Secretário Executivo.

Lembro-me que, na semana da consagração do templo da 5ª IPI de São Paulo, hoje 1ª IPI de Osasco, fomos a um dos cultos em que o pregador foi o seu antigo pastor na IPI de Santa Cruz do Rio Pardo, SP – o Rev. José Coelho Ferraz – com quem servimos à IPIB, à frente do Supremo Concílio (ele, por 6 anos, e eu, por 9 anos).

Estivemos juntos nas festividades de consagração do templo da igreja na qual, mais tarde, ele seria pastor por mais de três décadas – 1ª IPI de Osasco, onde era pastor emérito.

O Dimas era, antes de tudo, amigo. Um homem humilde, dedicado. Foi amigo dos seus colegas. Preocupava-se com os que iam ficando pelo caminho e ele agia como resgatador.

Foi amigo das suas ovelhas. Ouvi de uma delas: “O pastor que quero à cabeceira da minha cama quando a morte chegar, é o Rev. Dimas, meu amigo!”

Mantínhamos contato telefônico constante e, quando podíamos, nos encontrávamos. Nosso último encontro pessoalmente foi para um almoço em São Roque, SP, ele, sua esposa Luci, nossa amiga comum, Elba e eu, com minha esposa Elci.

Nossos encontros eram sempre alegres.

Com a sua partida, é certo que o céu foi enriquecido com a sua chegada e nós nos empobrecemos com sua falta.
Deus conforte a Luci, o Marco Aurélio e a Luciana, bem como todos os familiares. Deus conforte a 1ª IPI de Osasco.

O Rev. Dimas certamente ouviu do Senhor Jesus: “Muito bem, servo bom e fiel! Você foi fiel no pouco; eu o porei sobre o muito. Venha e participe da alegria do seu Senhor” (Mt. 25.21).

Rev. Mário Ademar Fava, pastor da 3ª IPI de São Paulo, SP

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

O ESTANDARTE