TEMOS UM CÓDIGO DE ÉTICA E CONDUTA PROFISSIONAL

A IPIB foi pioneira em diversas áreas ao longo de sua história. Fomos a primeira igreja brasileira a se desvincular das missões estrangeiras. Daí, o “Independente” em nosso nome.

Mantendo sua tradição histórica, neste ano de 2021 a Comissão Executiva da Assembleia Geral (COMEX-AG) aprovou o texto do Código de Ética e Conduta Profissional da IPIB.

Este documento é fruto do trabalho realizado pela Comissão composta pelos Revs. Sérgio Gini (relator) e Paulo Cesar de Souza.

É importante deixar claro que este Código de Ética se aplica a todos aqueles que colaboram com a Gestão central da Igreja, incluindo todos que servem a Assembleia Geral da IPIB, sua Comissão Executiva, Ministérios, Secretarias, Coordenadorias, Assessorias, Comissões, bem como os funcionários do Escritório Central.

Por outro lado, não se aplica aos diversos concílios, ministros, missionários e membros de nossas igrejas locais.

O Código de Ética Pastoral está sendo preparado por uma comissão especialmente nomeada para isso, e será submetido à apreciação pela Assembleia Geral num futuro próximo.

Nossa sociedade exige atualmente de todas as instituições que a compõem que tenham relações éticas no desenvolvimento de suas atividades.

Transparência, integridade e ética são valores essenciais em qualquer instituição, ainda mais dentro da Igreja de Cristo, que também não pode prescindir dos valores do Reino de Deus.

O Código de Ética é a consolidação, em um documento, destes princípios que nos regem, e que deixam claro, tanto aos seus colaboradores quanto àqueles terceiros que mantêm relacionamento conosco, quais são os nossos valores.

Honestidade, integridade, respeito mútuo, não discriminação em função de raça, cor, orientação sexual, gênero, religião, nacionalidade, origem social e preferências políticas são contemplados pelo texto.

Também enfatizamos que a misoginia não é aceita pela IPIB, que apoia, incentiva e abre todos os seus ministérios às mulheres.

Porém, acima de tudo, o que baliza as relações descritas no Código de Ética é a Palavra de Deus, nossa regra de fé e prática.

Assim, em coerência com a Palavra de Deus e os princípios da IPIB, não toleramos qualquer tipo de discriminação contra qualquer pessoa, nem qualquer assédio ou comportamento ofensivo, de caráter moral, sexual ou pessoal.

Em um tempo de relacionamentos e conceitos líquidos, reafirmar os valores éticos que nos regem enquanto instituição da sociedade civil é algo imprescindível.

No ambiente religioso nacional, também vivemos um ambiente conturbado, com escândalos rondando inúmeras denominações, justamente por causa da maneira com que conduzem seus relacionamentos. Neste cenário, a IPIB se distingue com seu Código de Ética e relacionamento profissional, saindo na frente de outras igrejas e sendo a pioneira na maneira como trata esse assunto.

Deus nos abençoe e capacite para sempre sermos testemunhas do Reino de Deus em nossa sociedade, vivendo e praticando os valores do Seu Reino.

A Deus toda a glória!

Rev. Paulo Cesar de Souza
Pastor da IPI de Vila São José, em Osasco, SP, secretário de Transparência e Ouvidoria e encarregado de proteção de dados (DPO) da IPIB

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

O ESTANDARTE