VOZ – UM PROJETO DO GTI DA 1ª DE OSASCO

Em maio deste ano, dois adolescentes da 1ªIPI de Osasco, participando de uma gincana virtual, sugeriram que os prêmios fossem convertidos em cestas básicas para doação. Houve muita discussão, mas o apoio foi geral. Percebemos, então, que havia um espírito solidário no grupo. Surgiu assim o Voz, programa do GTI que procura dar voz a quem precisa de ajuda.

Fizemos muitas reuniões virtuais para decidirmos como e a quem ajudar e, logo, nos deparamos com alguns obstáculos: menos de 5% dos adolescentes geram renda; poucos possuem autonomia para sair de casa e arrecadar itens que compõem as cestas básicas; e ainda tínhamos as restrições impostas pela pandemia.

Na sequência, visitamos uma comunidade carente do bairro de Presidente Altino, onde a nossa igreja está localizada, para identificar suas necessidades, mas sabíamos que, além da ajuda material, tínhamos de levar o amor de Jesus para aquelas pessoas. Mas como fazê-lo, se o que mais ouvíamos era a palavra de ordem “fique em casa”?

Aprendemos que Deus nos inspira a sermos criativos. Através das redes sociais, os adolescentes divulgaram vídeos, fotos e informações de como as pessoas poderiam colaborar com a causa. Cada adolescente ficou responsável por fazer uma cartinha para entregar junto com cada cesta básica e por orar pela família que iria recebê-la. Nela, além de se apresentar, o adolescente deveria deixar um versículo bíblico com uma palavra de esperança.

A igreja foi o ponto de coleta e ficamos surpresos com o grande volume de doações mesmo na pandemia.

Houve também a participação de vários adolescentes na separação de roupas e sapatos, montagem das cestas e carregamento nos carros. Tudo feito de acordo com os protocolos de segurança.

E, finalmente, no dia 19 de julho, fizemos a primeira grande ação do programa Voz, entregando 26 cestas básicas e roupas para irmãos queridos da comunidade do Jardim Aliança, outro bairro da cidade de Osasco. Essa ação só foi possível graças ao mover de Deus na vida dos membros da igreja, familiares e amigos dos adolescentes. Se o Senhor permitir, novas famílias serão abençoadas, pois há muito o que fazer.

Simone Frossard Gemi, conselheira do GTI da 1ª IPI de Osasco, SP

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

O ESTANDARTE